Azure Backup – Parte 4 – System Center e Azure Backup

Compartilhe:

Na primeira publicação (veja aqui), expliquei como o backup do Azure funciona. Nesta publicação, estou explicando como integrar o Azure Backup com o System Center Data Protection Manager.

Se o seu ambiente contiver uma grande quantidade de sistemas que exigem proteção, você pode querer considerar a implementação do Microsoft Azure Backup Server. Alternativamente, se você tiver uma implementação existente do System Center Data Protection Manager (DPM), você provavelmente se beneficiará de integrá-lo com o Azure Backup instalando o agente Azure Site Recovery no servidor DPM.

Esses dois métodos geralmente produzem resultados equivalentes. O Microsoft Azure Backup Server fornece o mesmo conjunto de recursos que o DPM, exceto os backups de fita e a integração com outros produtos do System Center. O Azure Backup Server também oferece a mesma interface de gerenciamento que o DPM. Efetivamente, implementando o Microsoft Azure Backup Server, você ganha proteção de nível empresarial sem exigir licenças do System Center.

Com ambos os produtos, você pode fornecer recuperação para sistemas operacionais Linux e Windows que são executados no local ou no Azure, desde que um Servidor Azure Backup ou servidor DPM resida no mesmo local. DPM e Azure Backup Server suportam consistentemente aplicações da maioria das cargas de trabalho de servidores Windows , incluindo SQL Server, Office SharePoint Server 2013 ou 2016, e Microsoft Exchange Server. Eles também oferecem eficiência superior e economias de espaço em disco por causa de recursos internos de deduplicação.

É importante lembrar que, ao contrário dos outros métodos baseados no agente Azure Site Recovery, nem o DPM nem o Azure Backup Server podem fazer backup de dados diretamente no Azure Recovery Services vault. Em vez disso, eles operam como soluções de disco para disco para nuvem, usando discos locais como o alvo de backup imediato e depois, copiando dados para o Azure a partir do backup recém-criado.

Para integrar o System Center DPM com o Azure Backup, você deve executar as seguintes etapas:

  1. Se você ainda não possui um Recovery Services vault disponível, crie um novo.

Nota: Você pode usar o mesmo vault para proteger máquinas virtuais Azure com a extensão VM de Azure Backup e sistemas que executam um agente Azure Site Recovery, incluindo System Center DPM.

  1. Especifique o tipo de replicação de armazenamento do vault.
  2. Especifique as  configurações de objetivo de backup, incluindo:
  • Localização da carga de trabalho: On-premises
  • Tipo da carga de trabalho: qualquer combinação de Hyper-V Virtual Machines, VMware Virtual Machines, Microsoft SQL Server, Microsoft SharePoint, Microsoft Exchange, System State, ou Bare Metal Recovery
  • Na barra Prepare infrastructure do Azure Recovery Services vault, selecione a caixa de seleção Already using System Center Data Protection Manager or any other System Center product.
  • Baixe as credenciais do vault da barra Prepare infrastructure. O agente Azure Site Recovery usa as credenciais do vault para registrar com o vault durante o processo de instalação.
  • Baixe e instale o agente Azure Site Recovery da Prepare infrastructure. Comece clicando no link Download. Uma vez que o download esteja completo, execute a instalação e registre o computadorr local executando System Center Data Protection Manager com o vault. Como parte do registro, designe uma senha para criptografar backups.
  • No espaço de trabalho Protection do DPM Administrator Console, crie um novo grupo de proteção ou modifique um existente. Dentro das configurações do grupo de proteção, habilite a opção Online Protection.
  • Nota: Você deve habilitar a proteção de curto prazo usando discos locais. Enquanto você não pode usar fitas para este propósito, você também pode ativar a proteção de longo prazo para fitas. Como parte da configuração do grupo de proteção, especifique um cronograma de backup on-line, dados de proteção on-line, política de retenção online e metodologia de backup on-line inicial. Semelhante aos consoles de Azure Backup, você pode escolher entre executar o backup inicial pela Internet e usar o serviço Azure Import / Export para copiá-lo offline.

    A implantação do Microsoft Azure Backup Server requer que você execute as seguintes etapas:

    1. Se você ainda não possui um Recovery Services vault disponível existente, crie um novo.

    Nota: Você pode usar o mesmo vault para proteger máquinas virtuais Azure com a extensão VM de Azure Backup e sistemas que executam um agente Azure Site Recovery, incluindo System Center DPM.

    1. Especifique o tipo de replicação de armazenamento do vault.
    2. Specifique as configurações de objetivo de backup, incluindo:
    • Localização da carga de trabalho: On-premises
    • Tipo de carga de trabalho: qualquer combinação de Hyper-V Virtual Machines, VMware Virtual Machines, Microsoft SQL Server, Microsoft SharePoint, Microsoft Exchange, System State, ou Bare Metal Recovery
    1. Na barra Prepare infrastructure do Azure Recovery Services vault, certifique-se de que a caixa de seleção Already using System Center Data Protection Manager or any other System Center product esteja desmarcada.
    2. Use o link Download na barra Prepare infrastructure para baixar a mídia de instalação do Microsoft Azure Backup Server, com mais de 3 GB em  tamanho.
    3. Baixe as credenciais do vault da barra Prepare infrastructure. A configuração do Microsoft Azure Backup Server usa as credenciais do vault para se registrar no vault durante o processo de instalação.
    4. Uma vez que o download da mídia de instalação do Microsoft Azure Backup Server seja concluído, extraia o conteúdo do pacote de download executando o MicrosoftAzureBackupInstaller.exe e, em seguida, inicie o processo de instalação.

    Note: O produto requer uma instância local do SQL Server 2014 Standard. Você tem a opção de usar a mídia de instalação do SQL Server no pacote ou implantar uma instância antes de executar a instalação.

    1. Quando solicitado, forneça o caminho para as credenciais do vault que você baixou anteriormente. Ao registrar o Microsoft Azure Backup Server com o vault, você pode designar uma frase-senha para criptografar backups.
    2. Porque o Microsoft Azure Backup Server possui a mesma interface administrativa que o System Center DPM, após a conclusão da instalação, o restante da configuração é equivalente ao que faz referência a um System Center DPM, com exceção das configurações relacionadas ao backup de fita.

    Cheers,

    Marcos Nogueira
    azurecentric.com
    Twitter: @mdnoga

    Written by Anderson Patricio

    Anderson Patricio

    Anderson Patricio é MVP e MCSM (Solutions Master) em Exchange. Ele contribui com a Comunidade Microsoft em diversas áreas, tais como Artigos, Tutoriais, Vídeos, Blogs, Fórums, revisão de livros e apresentações para a comunidade Canadense e Brasileira.
    Anderson posta regularmente aqui no AndersonPatricio.org, como também no AndersonPatricio.ca e MSExchange.org.
    Você pode segui-lo no Twitter , Facebook , e/ou Google+.