Criando uma Virtual Network no Microsoft Azure IaaS

Compartilhe:

Um elemento chave ao implantar a infraestrutura no Microsoft Azure é definir a Virtual Network. O administrador deve ser extremamente cauteloso porque a definição da Virtual Network afetará como as conexões futuras / próximas entre o ambiente de produção e o Microsoft Azure se comunicarão.
A Virtual Network é a peça de configuração em que definimos as sub-redes de IP que serão utilizadas por nossas VMs em execução no Microsoft Azure, é importante validar como iremos integrar o Microsoft Azure e a rede local (Express Route ou VPN) e certifique-se de que as redes são únicas em ambos os lados do processo para garantir que podemos habilitar o roteamento de IP quando chegar a hora.

Solução


O processo de criação é simples, clique em + e selecione Virtual Network.

Na página de boas-vindas do recurso, deixe Resource Manager selecionado e clique em Create.

Na lâmina Create Virtual Network temos que definir o nome da Virtual Network e do espaço de endereço (no nosso exemplo aqui, usaremos 10.171.0.0/16), e isso é global. Depois disso, podemos configurar a primeira sub-rede, no nosso caso, usaremos servidores e usaremos 10.171.10.0/24 para esse intervalo.
Depois disso, precisamos definir a assinatura, Resource Group e localização do Azure Datacenter. Eu recomendo criar um Resource Group apenas para a finalidade da rede.

Depois de criar a Virtual Network, precisamos definir o DNS que será usado para todas as VMs novas nesse segmento. Para fazer isso, clique na Virtual Network recém-criada e depois clique em DNS Servers e digite os IPs de seus Domain Controllers ou DNS Servers.

Written by Anderson Patricio

Anderson Patricio

Anderson Patricio é MVP e MCSM (Solutions Master) em Exchange. Ele contribui com a Comunidade Microsoft em diversas áreas, tais como Artigos, Tutoriais, Vídeos, Blogs, Fórums, revisão de livros e apresentações para a comunidade Canadense e Brasileira.
Anderson posta regularmente aqui no AndersonPatricio.org, como também no AndersonPatricio.ca e MSExchange.org.
Você pode segui-lo no Twitter , Facebook , e/ou Google+.